Atletas melhoraram suas marcas pessoais e bateram recordes paulistas

No último dia 16 setembro, a Arena da Associação Bauruense de Desportos Aquáticos (ABDA) sediou o primeiro Open Paralímpico realizado pela Federação Aquática Paulista (FAP), com os atletas e equipe técnica colocando em prática todo o treino específico de força deste período.

Os atletas da ABDA bateram recorde paulista e nadaram para as suas melhores marcas. Lucas Simões (S7) conquistou o ouro nos 50m, 100m, 400m livre, 200m medley, 100m peito e 100m costas, além do revezamento 4x100m livre e 4x100m medley – onde bateu recorde Paulista nos 400m livre e 200m medley.

Pedro Schiaveto (S8) foi bronze nos 200m medley, 50m, 100m, 400m livre e 100m costas – onde obteve suas melhores marcas da vida.

Ricardo Vitorio (S9) garantiu o ouro e bateu o recorde paulista nos 400m livre, prata nos 50m livre e bronze na prova de 100m peito.

Matheus Andrade (S13) foi ouro nos 50m, 100m, 400m livre (recorde paulista), 100m peito, 100m costas e 200m medley (recorde paulista). Nos revezamentos 4x100m livre e 4x100m medley o atleta também ficou no lugar mais alto do pódio.

Ana Laura (SB9) conquistou a primeira colocação nos 100m peito e revezamento 4x100m medley – melhor marca pessoal no revezamento.

Glauciene (S6) conquistou o ouro nos 50m borboleta, 50m, 100m e 400m livre, 100m costas, revezamento 4x100m livre e 4×100 medley – onde obteve suas melhores marcas nas provas dos 100m livre e 50m borboleta e recorde paulista nos 400m livre.

Sonia (S5) foi ouro nos 50m borboleta, 100m livre, 50m costas, revezamento 4x100m livre e 4×100 medley, prata 50m livre – recorde paulista com as melhores marcas da vida nas provas 50m costas 100m livre.

“Estamos no caminho certo, sempre trabalhando muito forte para a competição principal em outubro. Nossos atletas estão muito focados em cada objetivo pessoal para que possamos fechar a temporada com chave de ouro”, ressaltou Rayssa Cappelin, técnica da ABDA da equipe paralímpica.